David Johny mostra quais redes sociais devem ser usadas para ter sucesso nos negócios

Saber usar as redes sociais é determinante para o sucesso de um negócio, mas é comum a dúvida sobre qual plataforma é a melhor para investir tempo, dinheiro e o conteúdo do seu negócio para ter retorno. A resposta é simples: todas. “Não existe plataforma boa ou ruim, todas têm sua audiência”, afirma o consultor de negócios e marketing digital David Johny. O guru de muitos empreendedores explica que o segredo é entender o que cada uma pode oferecer. “Precisa ser a que tem mais afinidade com o que você produz e com o seu público, tudo depende do que você faz e para quem. Sabendo usar, você terá crescimento orgânico e criará audiência, seguidores fiéis e, a partir disso, desenvolverá o negócio”, detalha.

David Johny elencou as peculiaridades de cada uma para ajudar quem ainda não está familiarizado com as plataformas digitais:

Google Ads: não precisa produzir fotos, basta um conteúdo de texto, como um blog, e fazer uma propaganda para levar seu conteúdo para quem procura determinado assunto, é uma forma de fazer captação de clientes na vertente orgânica ou paga.

Youtube: os usuários desta rede buscam conteúdo mais denso e explicativo em formato de vídeo, são pessoas que estão buscando algum conhecimento ou informação, o usuário que procura. O youtube ainda permite que todos os usuário tenham monetização com seus vídeos. “Para ser um produtor de conteúdo é muito simples, não tem que ser um expert e basta ter um celular para gravar. Se você tiver vocação para divulgar, falar e produzir conteúdo, você consegue se estabelecer dentro da plataforma”, aconselha o consultor, que ainda ressalta ser uma ótima plataforma para quem gosta ensinar. Se tiver muitas visualizações, seu vídeo poderá viralizar e o produtor poderá virar um pop star digital.

Instagram: David Johny define como uma ferramenta lifestyle. “Ideal para posicionamento de entretenimento, pois quem está no instagram busca se entreter, ver a vida das pessoas, sentir uma proximidade de quem segue, acompanhar a rotina de quem admira, se conectar com quem tem os mesmo princípios e valores”, destaca Johny. Não adianta produzir muitos conteúdos escritos ou vídeos profundos nesta plataforma, dificilmente irá viralizar e o próprio algoritmo não ajuda. O importante nela para se destacar é postar fotos bem produzidas, de alta qualidade e em horários estratégicos para que as pessoas interajam, pois quanto mais curtidas e interações a publicação tiver, mais a ferramenta entenderá que é algo relevante e, portanto, mais destaque ganhará. “Para quem gosta de fotos e falar de sua rotina e particularidades é uma excelente ferramenta, este é o posicionamento da ferramenta, blogueiros e influencers se destacam ali”.

Facebook: Esta rede tem tido uma mudança de perfil nos últimos anos e vem se consolidando como um espaço para adultos e idosos. David destaca que é uma rede que permite muita interação, conversas, debates e comentários, além de postar fotos e vídeos.
“São usuários mais velhos que os do Instagram, no Facebook tem mais discussões e conflitos, se você é uma pessoa que tem estas afinidades, esta ferramenta é a mais aconselhada”, afirma. Para tráfego e publicidade ele acredita ser a melhor para atrair novos clientes, “é a mais usada para anúncios no âmbito digital, excelente para fazer tráfego pago, pois é possível especificar o público, definindo os gostos, idades, tudo isso o Facebook Ads permite especificar e ter clientes qualitativos, ir direto a quem você quer atingir”, destaca.

Linkedin: é um ambiente 100% profissional, nada de fotos de gatinhos fofos ou imagens suas tomando caipirinha à beira da praia. “O âmbito corporativo usa o Linkedin, é excelente para Networking, pois é onde estão os diretores, CEOs, presidentes e várias pessoas de altos cargos”, explica. Neste espaço ganham destaque conteúdos mais qualitativos e pensados, assuntos relacionados ao empreendedorismo e ao mundo corporativo. É a plataforma onde você poderá uma linguagem mais técnica e aprofundada, já que estará falando com seus pares. Ainda é excelente para recrutamento, para quem busca novas oportunidades de trabalho e para quem quer contratar profissionais qualificados, “é onde estão os olheiros, os profissionais de RH”, afirma o consultor.

Twitter: É uma rede social totalmente baseada em debates e opiniões. David Johny acredita que ela funciona bem para quem já tem audiência consolidada. “Ele é eficiente com pessoas que já tem um público, os usuários interagem com os outros  por meio de pensamentos, opiniões, discussões. Nela, o segredo é publicar opiniões curtas que possam gerar muita discussão”.

Tik Tok: ainda é desconhecida por muitos, mas já é alvo de polêmicas e sucesso entre jovens e adolescentes. É a mais recente e vem ganhando espaço fazendo parceria com grandes emissoras de televisão para ampliar o público e captar a audiência da TV. “ Nos Estados Unidos é mais usada por adolescentes e jovens, assim como aqui, mas ainda é uma ferramenta muito nova, não se sabe se irá monetizar ou não”. Ela é totalmente de entretenimento por meio de vídeos, que devem ser curtos, divertidos e direcionado ao público mais jovem, principalmente abaixo ou na casa dos 20 anos.

Compartilhe esta matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest