Influencer paulista bate recorde e vende 25 mil pedidos em um dia pela Shopee

Stephany Azevedo

Determinação, garra e motivação. Essas são as palavras chave escolhidas para traduzir a jornada de Stephany, que já trabalhou como vendedora em lojas físicas, mas hoje, gere um negócio lucrativo e cem por cento virtual.

Conheça a história da empresária e influencer que vendeu em um dia, 25 mil pedidos na plataforma Shoppe, pela loja Mega Store Cases. Stephany Azevedo tem 28 anos e trabalha com marketing digital desde 2017. Começou divulgando sua rotina como mãe independente, trazendo às suas redes um público motivado pelo empoderamento feminino.

Mas foi em 2020 que o jogo virou. Quando começou a ganhar dinheiro com publicidade, se interessou pelo estudo acadêmico e concluiu a formação em marketing, além da graduação em administração. Com determinação, gerenciou as redes sociais da empresa “Mega Store Cases”, em que hoje é sócia. Com sua técnica, em Novembro de 2021, conseguiu bater o recorde de vendas em um único dia, sendo convidada pela Shoppe para uma reunião sobre o crescimento exponencial vindo do seu trabalho.

A Shopee é um marketplace (plataforma de comércio eletrônico) de origem asiática, que chegou recentemente ao Brasil. Assim como em outras plataformas parecidas, os vendedores realizam o cadastro no site da Shopee para vender seus produtos com frete grátis e preços competitivos e atraentes.

Stephany Azevedo influencer

A loja “Mega Store” possui inúmeras vantagens de compra, como cupons de desconto e frete grátis. Além disso, os clientes têm outros benefícios, como o reembolso e uma grande variedade de produtos.

A criadora de conteúdo explica:

“Após anos de experiência, posso dizer que amo o que faço. E todo esse conhecimento é compartilhado por meio de cursos que vendo pelo Hotmart. Já fui vendedora em lojas de franquias físicas, tais como O Boticário e World Tennis. Mas o reconhecimento e retorno financeiro, se tornaram melhores quando migrei para a internet.”

A Hotmart é uma plataforma voltada para a venda, distribuição e consumo de produtos digitais. Grande parte dos itens disponíveis segue pelo caminho educacional, colocando o serviço como uma alternativa que reúne cursos online e e-books para educação a distância (EAD).

O comércio eletrônico brasileiro registrou um crescimento de 47% no primeiro semestre de 2020, a maior alta em 20 anos. O faturamento também acompanhou a crescente, com uma alta de 39% no número de pedidos em relação ao primeiro semestre de 2019. 

Stephany Azevedo

Analisando o contexto atual, percebemos que as marcas que já planejavam comercializar produtos pela internet puderam aproveitar o momento para acelerar as mudanças, já aquelas que nem pensavam sobre isso, precisaram correr para não ter suas vendas prejudicadas.

Para saber mais sobre Stephany e a loja “Mega Store” siga @stephanny_off   @megastoremast no Instagram.

Compartilhe esta matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest

Conteúdo patrocinado

Essa publicação é de responsabilidade do autor  não sendo de responsabilidade do portal.