Jéssica Lima relata as dificuldades enfrentadas

Jéssica Lima 4

E como conseguiu driblar os obstáculos impostos pela pandemia

Estudante de medicina supera depressão em meio ao caos

A crise da COVID-19 atingiu em cheio a população, além de trazer consigo um misto de medo e mudança, sendo o fator que causou as mais diversas dificuldades de adaptação e aceitação.
No início da pandemia, foi possível perceber que as pessoas adoeceram mais psicologicamente.

A depressão precisa ser levada á sério, pois o agravamento dos sintomas, a diminuição da eficácia dos tratamentos, a perda de anos produtivos, o impacto econômico e prejuízo em seu convívio familiar e social são consequências da doença. Existe ainda muitas pessoas que não possuem entendimento sobre a gravidade da depressão e seu impacto na vida da pessoa que sofre desse agravo e todos ao seu redor.

Jéssica Lima
Divulgação/Reprodução

Jéssica Lima, 32 anos, enfermeira, digital influencer e Academica de medicina (médica interna), enfrentou diversos problemas para entender o que se passava com seu eu, como também a incompreensão das pessoas em seu entorno em não entender seu comportamento e não saber ajudá-la.
Mudança na rotina, estar distante de familiares e amigos(as), isolamento social, perda do trabalho complementar, desestabilização do equilíbrio emocional (por diversos fatores), ganho de peso excessivo, indisposição para realizar atividades físicas, aumento da inflação e dos recursos básicos para sobrevivência; foram fatores que influenciaram o seu estado de baixa estima.

Jéssica Lima2
Divulgação/Reprodução

“É muito frustrante você pensar que não irá chegar a lugar nenhum, ao ver todos seus planos e projetos sendo paralisados, porém posteriormente, pude entender que necessitava passar por certas situações para ter como propósito de vida ajudar as pessoas que necessitam de apoio”, disse.

Neste momento que estamos vivenciando, podemos observar em maior quantidade o surgimento de muitos agravos gerados pela ansiedade devido as incertezas das mudanças e adaptação provocadas pelas doenças atuais.
“Momento nada fácil, agradeço a todo instante por ter conseguido identificar minha fraqueza e buscar ajuda prévia, pois a aceitação é um passo muito importante para alcançar bons resultados com as medidas terapêuticas que melhor se adequem ao seu perfil “, afirma.
Jessica relata que o apoio que encontrou nos familiares, alguns amigos (as) e seguidores, foi fundamental para conseguir superar os traumas e a depressão.

“Sair de casa, abdicar de tudo pra viver o curso de medicina, não foi nada fácil, tive que enfrentar diversos dilemas para conseguir me manter de pé, sei que não sou a única que com essa pandemia se esgotou, conheci muitas pessoas que ficaram enfermas, desenvolvendo algum transtorno, tive depressão e hoje luto com a crise de ansiedade “, completa.

Jéssica Lima 3
Divulgação/Reprodução

É de grande importância buscar ajuda profissional para lidar com as doenças psicológicas, para assim resgatar o bem-estar.

Ela reconhece que foi escolhida pela área da saúde, sendo inspirada a estudar medicina, podendo influenciar melhor as pessoas a aderirem melhores hábitos de vida.

Em suas redes sociais, compartilha rotina, experiências e conhecimentos diversos. Acompanhe Jéssica Lima no Instagram e poderá ter suporte para resgatar sua autoestima e autoconfiança.

 

Instagram

@jessicalimacofc

Compartilhe esta matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest

Conteúdo patrocinado

Essa publicação é de responsabilidade do autor  não sendo de responsabilidade do portal.