Compositor Bruno Sucesso fala sobre o desejo de criar grande hit mundial

Com músicas gravadas por artistas como Zé Neto e Cristiano, Marcos e Belutti, João Bosco e Vinícius, Gustavo Mioto e Zé Felipe, o jovem goiano quer agora se dedicar cada vez mais ao mercado do Reggaeton

 

Criar um hit mundial, como “Despacito”, cantado por Luis Fonsi, ou “Ai se eu te pego”, gravada por Michel Teló, é o grande sonho do compositor goiano Bruno Sucesso. Com mais de 140 músicas gravadas por dezenas de artistas brasileiros, o jovem, que teve um início de carreira difícil, hoje fala cinco línguas e se prepara para compor em inglês e espanhol e assim conquistar fama internacional.

Bruno nasceu em Goiânia, mas viveu parte de sua juventude como imigrante na Bélgica, onde trabalhou como garçom, ajudante de limpeza, entre outras funções comuns entre os estrangeiros. Em 2016, decidiu voltar para o Brasil e apostar na carreira de compositor.

Compor sempre foi muito natural na vida do goiano, quase um instinto que ele começou a identificar ainda criança, quando brincava de criar suas próprias músicas. “Eu sabia que queria fazer isso da vida. Eu vim para o Brasil com R$ 800 e quando esse dinheiro acabasse eu não teria outra escolha a não ser voltar para Europa”, relembra.

 

 

Para ficar no país, Bruno precisou encontrar uma forma de sobreviver até que conseguisse vender sua primeira música. “Eu comprava macarrão instantâneo e ovos para servir de refeição principal, que seria o almoço e janta. Isso dava mais ou menos R$ 2 por refeição, R$ 4 por dia, ou seja, eu conseguia gastar menos de R$ 150 por mês com alimentação. É muito triste pensar que um dia eu tive que fazer esse cálculo desesperado para dar certo, mas eu não queria voltar para minha vida de imigrante”.

Em meio a esse período de racionamento de dinheiro, Bruno recebeu um convite de um compositor de Fortaleza para ajudá-lo na criação de uma música. “Então peguei tudo que eu tinha na conta e não pensei duas vezes, comprei minha passagem e fui compor com ele. Se tivesse dado errado, o sonho acabava ali, mas graças a Deus a primeira música que compusemos já foi vendida e isso me possibilitou continuar compondo.”

Desde então Bruno Sucesso já escreveu mais de 700 canções, algumas delas gravadas por cantores e duplas como Zé Neto e Cristiano (Alô Ambev), Luiza e Maurílio (S de Saudade), Marcos e Belutti (Tudo indica), Murilo Huff (Desejando eu), João Bosco e Vinícius (Segunda Taça), Gustavo Mioto (Pro nosso bem), George Henrique & Rodrigo (Bagunça minha vida) e Zé Felipe (Tranquilita).

“O primeiro artista a gravar uma composição minha foi o Felipe Araújo. A música se chama ‘Nasceu para ser Solteira’, que inclusive escrevi junto com Felipe, porém o primeiro artista que acreditou realmente no meu trabalho foi o Zé Felipe, filho do Leonardo, que acabou se tornando um grande amigo com o passar dos anos”, relembrou.

Atualmente, o jovem compositor se destaca cada vez mais no mundo da música sertaneja. Suas composições somam mais de 1,1 bilhão de visualizações no YouTube. Ele afirma ser uma grande realização ver suas letras sendo cantadas por milhões de pessoas dentro e fora do Brasil. “Sabe quando uma mãe vê o filho realizando todos os seus sonhos e conquistando tudo que sempre quis? É esse o sentimento que eu tenho. É como se a música fosse minha filha e cada voz cantando lá em baixo fosse um sonho realizado”, comparou.

 

 

Produtor

Bruno fala inglês, francês, espanhol, português e romeno, e atualmente se divide entre o Brasil e a Bélgica. Entre os seus próximos projetos está se dedicar mais a carreira de produtor e compor cada vez mais para o mercado do Reggaeton. “Essa hoje é minha maior paixão quando se trata de estilo musical. Estou buscando a fluência em inglês e espanhol justamente por isso”, finalizou.

Compartilhe esta matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest