Indo na contramão do funk, DJ Hunter lança “Feminicídio”

O primeiro vídeo faz parte do DVD, DJ Hunter Acústico. Com participação de Azuuos e Tavinho a música é um alerta para os inúmeros casos de violência sofridos por mulheres, buscando conscientizar a todas que passam por relacionamentos abusivos.

“É um grito de liberdade”. Na música, uma mulher empoderada e consciente percebe que está em uma relação tóxica e decide terminar o namoro. Com “Feminicidio”, Hunter dá voz às mulheres que acabam escondendo a realidade que vivem, muitas vezes por medo ou vergonha. “Acredito que falar sobre esse tema encoraje muitas delas”.

Nascido na zona norte de São Paulo, Henrique Belitante , mais conhecido como Dj Hunter, começou a estudar piano e teoria musical aos nove anos. Com referências musicais bem ecléticas, desde Red Hot Chilli Peppers, Andrea Bocelli, Fundo de Quintal e Michael Jackson, o cantor, compositor e produtor musical é conhecido por trazer os elementos e a harmonia do samba e do pagode para a cena do funk paulista.

Além de focar em sua carreira ele também produz grandes nomes do funk como Lelêjp, Marks, Vitão do Savoy, Neguinho do Kaxeta, Ananda, Haitan, através de seu selo o Hunter Records que nasceu há um mês, após a gravação do DVD.

A ideia do DVD, que será lançado em breve, surgiu com a finalidade de mostrar uma diversidade musical, chamando artistas do funk e do rap, misturando elementos eletrônicos, e trazendo minhas influências e sons que ouve no dia a dia. “Produzi e arranjei o álbum inteiro pensando em como levar ao público uma diversidade de sons. Acho que consegui”.

Confira “Feminicídio”:

 

Compartilhe esta matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest