“Meu amigo homem” agrada mulheres e contraria homens com linguagem divertida

Uma espécie de conselheiro amoroso às avessas está fazendo sucesso na internet. Ao contrário de outros profissionais da área, o perfil “Meu amigo homem” não ensina como conquistar um companheiro, mas sim como se livrar de relacionamentos abusivos ou embustes. Conheça quem é a pessoa que dá conselhos valiosos na web e como ele lida com tantos seguidores com histórias diferentes.

É comum que um conselheiro amoroso ofereça serviços de acolhimento, incentivem os casais a reatarem uma relação ou que uma pessoa invista naquele que julga ser seu par perfeito. Mas, na internet onde é possível se encontrar de tudo, uma espécie de conselheiro diferenciado faz sucesso com milhares de seguidoras: é a página “Meu amigo homem”.

De forma anônima, a página apresenta conselhos e informações sobre relacionamentos abusivos e dá orientações para quem precisa encontrar uma ajuda para sair desta situação. Mesmo sem aparecer com sua imagem, o dono da página usa o humor quando é necessário, mas também fala sério quando os temas são mais delicados.

Por isso, muita gente nem imagina que um jovem piauiense é quem está por trás deste perfil. “Eu tenho cada vez menos tempo para mim, pois meu foco é ajudar as pessoas. Por isso levo uma espécie de vida dupla em que quem está perto de mim não entende o que tanto faço no celular”, se diverte ao relatar que as pessoas nem imaginam que ele está ali sempre de prontidão a ajudar, mesmo sem ser identificado.

Mesmo sem ser identificado, ele já conseguiu feitos notáveis com seu perfil:  “Com meio milhão de pessoas me seguindo nas redes sociais e impactando mais de um milhão de pessoas a cada mês, já ajudei milhares de mulheres a superar relacionamentos abusivos, ao entenderem a dinâmica destes relacionamentos. Por outro lado, muitas também começam a se relacionar ao remover de sua vida homens sem propósito”.

Com este trabalho de aconselhamento às avessas do tradicional, ele destaca seus métodos de trabalho: “Meu método é baseado na verdade. Eu dou às pessoas racionalidade e mostro o que acontece na vida delas, bem como os resultados de suas escolhas. Diante disso, elas mesmas fazem suas escolhas entendendo as consequências. A verdade liberta as pessoas. Se antes sofriam por não entender o próprio relacionamento, passam a rir da previsibilidade de algumas atitudes”, completa.

Compartilhe esta matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest