Qual a Diferença do Piso Vinílico e Piso Laminado?

Diferenca-do-Piso-Vinilico-e-Piso-Laminado

Piso Vinílico em PVC (policloreto de vinila). Você pode anexar uma régua ou placa. O piso vinílico tem uma capacidade interessante de manter a temperatura ambiente e reduzir ruídos como passos.

Graças ao revestimento, é antialérgico e praticamente isento de manchas. Isso aumenta a durabilidade. Porém, é sensível a grandes quantidades de água, por isso limpe-o apenas com aspirador de pó, vassoura macia ou pano úmido.

O piso vinílico requer um piso totalmente plano. Portanto, a avaliação é essencial e deve ser corrigida com compostos de nivelamento, se necessário. Porém, a versão SPC pode ser instalada nas mesmas condições do laminado, pois a diferença de material reduz a possibilidade de saliências do piso inferior.

Formatos dos Pisos

formatos-pisos-vinilicos

Para você entender melhor: as formas geométricas são modulares, ou seja, os pisos do módulo contêm juntas secas (juntas de peças colocadas próximas umas das outras). O formato da manta é monolítico e as peças são montadas com cordões de solda ou adesivos específicos, formando um produto único.

Esse tipo de piso é mais indicado para ambientes hospitalares onde são necessários cuidados especiais na hora de limpeza e manutenção, mas também podem ser encontrados pisos vinílicos residenciais e comerciais.

Principais Características do Piso Vinílico

1.Revestimento ideal

O piso vinílico é imbatível nesse quesito, uma vez que a textura das placas, réguas e de vinílicos em mantas é mais agradável ao toque do que os laminados e os pisos frios, como o porcelanato e as pedras naturais.

2. Paleta neutra

Cores neutras como o branco e o cinza nos pisos e paredes contribuem para criar espaços agradáveis e relaxantes, já que as cores quentes estimulam sensações mais intensas que podem se tornar cansativas com o passar do tempo.

3. Pisos Amadeirados

Dentre as diversas opções de cores, um recurso muito utilizado por profissionais de arquitetura e design de interiores é abusar do visual da madeira quando se quer aumentar a sensação de conforto no piso de quartos e áreas sociais.

4. Não se esqueça das paredes

O conforto não está restrito aos pisos. Os vinílicos podem ser instalados na parede tanto nos tradicionais formatos placa e régua, como também na forma de revestimentos com base têxtil.

5. Tonalidades a seu favor

Cada tonalidade de revestimento estimula sensações diferentes, e conhecê-las vai lhe ajudar a encontrar o tomo adequado para a decoração de cada ambiente.

Para tornar dormitórios mais confortáveis, uma dica é apostar em pisos escuros, pois eles favorecem uma atmosfera ideal para o descanso.

6. Explorando texturas

O tato é um dos sentidos mais importantes em arquitetura e decoração porque possui grande influência na sensação de conforto das pessoas. É bastante provável que você tenha tocado um sofá para conferir se ele é mesmo confortável, por exemplo.

7. Conforto térmico

Sabe aquela sensação desconfortável ao levantar da cama quentinha e se deparar com um piso quase congelando? A temperatura do piso e a sua influência na temperatura ambiente são fatores essenciais para manter sua casa aconchegante.

8. Conforto acústico

A percepção de conforto não é só visual ou térmica: a acústica é tão importante quanto para tornar a casa mais aconchegante. Afinal, quem poderá fazer alguma tarefa ou relaxar com o toque-toque dos passos para lá e para cá?

Opções rígidas como cerâmicas, porcelanatos e laminados pouco absorvem o impacto causado pela movimentação de pessoas, animais e objetos na casa, propagando ruídos com maior facilidade.

Tipos de Pisos Vinílicos

Piso Vinílico Colado

O modelo colado é o mais tradicional entre os pisos vinílicos LVT, fixado ao suporte com adesivo, sempre após nivelamento do suporte com massas preparatórias e/ou autonivelantes, superando as possíveis imperfeições e irregularidades.

Entre as vantagens dos LVTs colados podemos destacar o desempenho acústico superior em relação aos demais LVTs e a possibilidade de lavá-los, desde que sequem logo em seguida.

Na Tarkett, os pisos vinílicos LVT estão disponíveis nas linhas Ambienta Coleção Design, Ambienta Coleção Make It, Ambienta Coleção Textile, Ambienta Coleção Stone, Ambienta Coleção Series, Solare, Essence 30 e Injoy.

Piso Vinílico Clicado

Os modelos de Piso Vinílico Click também são muito utilizados por serem vinílicos que dispensam a aplicação de adesivos e são super rápidos de instalar, superando o LVT pré-colado.

Com a versão Rigid Click não é necessário nivelar a argamassa cerâmica de junta (até 3 mm) com massa autonivelante antes do assentamento, tornando o trabalho ainda mais rápido.

Esta é uma opção muito interessante para reformas que precisam ser concluídas muito rapidamente, para refrescar a decoração e desativá-la imediatamente.

Por outro lado, ao contrário dos pavimentos colados, este pavimento não pode ser lavado, pelo que a água escorrerá das juntas e acumular-se-á na base. Na Tarkett, o piso LVT clicado aparecerá na Tech Line.

Piso Vinílico Autoportante

O piso vinílico autônomo, também conhecido como piso elevado, é a solução ideal para ambientes comerciais e corporativos que exigem fácil acesso à infraestrutura de energia e comunicações.

Neste modelo não é utilizado nenhum adesivo e a placa é elevada em relação ao contrapiso, permitindo que vários cabos fiquem escondidos por baixo. Isso facilita a manutenção de rotina, pois você não precisa puxar todas as folhas para acessar o cabo em um determinado local.

O piso LVT autônomo da Tarkett está disponível na Square Line.

7 Principais Características dos Pisos Vinílicos

  • Possuí Fácil Instalação;
  • Ele Dificilmente Mancha;
  • É muito Resistente;
  • Têm Alta Durabilidade;
  • Não faz Barulho ao andar;
  • A Limpeza é Simples;
  • Gera Conforto Térmico;

Piso laminado

Piso Laminado HDF (painéis de madeira de alta densidade). A parte superior é impressa para criar a aparência da sobreposição e os materiais são fornecidos como padrão;

Um dos benefícios do piso laminado é que ele ajuda a manter a temperatura ambiente.

Seu ponto fraco em relação ao vinil é que também não emite som, mas ganha pontos pela durabilidade: por ser protegido com melamina, é muito resistente a arranhões e manchas.

Sua instalação é muito prática e a vantagem é que pode ser desmontado e transferido para outro cômodo ou até mesmo outro imóvel, o que permite sua utilização mesmo em trânsito.

Pisos de madeira podem ser instalados com apenas um clique. Pode ser instalado em qualquer lugar desde que o contrapiso ou piso previamente instalado tenha projeção máxima de 3 mm em comprimento de até 1 metro.

Caso contrário, é necessário realizar a edição com produto específico destinado a esse fim.

Custo Benefício do Piso Laminado

O piso laminado é o sonho de quem está construindo ou reformando, pois além de bonito e moderno, possui diversas vantagens que comprovam sua economia, como facilidade e rapidez na colocação, preços acessíveis e praticidade na manutenção.

Aparência

A aparência das madeiras nobres com diferentes modelos e cores para todos os gostos.

Fácil de Limpar

Praticidade na manutenção e durabilidade do material. É fácil de limpar, necessitando apenas de uma vassoura macia e um pano úmido. Não desbota, pois é resistente aos raios UV e pode ser instalado em outros pisos, como madeira e cerâmica.

Antialérgico

É feito de materiais hipoalergênicos.

Manutenção

Fácil substituição de peças em caso de danos materiais acidentais

Os únicos cuidados são com a umidade, é necessário evitar o contato direto com a água. Além disso, antes de colocar, observe os desníveis do substrato ou do piso anterior, pois podem danificar o piso laminado com o tempo.

Uma solução prática, econômica e eficiente para casas e apartamentos, pois oferece uma instalação limpa, evita quebras e acúmulo de sujeira.

O piso laminado pode ser instalado em qual contrapiso?

Quais contrapisos são adequados para pisos laminados? Além do visual novo, você também recebeu a mensagem de que é possível redesenhar seu ambiente sem o famoso “arrombamento”?

É verdade. Mostraremos quais pisos podem ser revestidos com laminado e quais não são recomendados. Superfícies recomendadas para assentamento de pisos laminados cerâmica Em primeiro lugar, é preciso prestar atenção ao rejunte.

A espessura da argamassa deve ser de 3 mm a 5 mm. Certifique-se de que não haja peças soltas. Se assim for, retire-os e alise-os com uma espátula adequada. Se o piso estiver dentro desses parâmetros, ele poderá ser revestido com laminado.

Contrapiso de concreto seco

O teor de umidade do concreto deve ser de no máximo 2%. Além disso, o contrapiso deve estar bem nivelado e eventuais irregularidades devem ser suavizadas para não prejudicar a qualidade e durabilidade do piso laminado.

Mármore e granito

Os painéis devem ser horizontais e lisos e o espaçamento entre as juntas não deve ser superior a 3 mm. piso de ardósia Siga os mesmos parâmetros para mármore e granito. plataforma e escadas de aço Como outras juntas, a espessura da junta é uniforme, até 3 mm. Nestas zonas só podem ser instalados pavimentos flutuantes.

Quais são as camadas dos pisos laminados?

Balanço do Piso Laminado

É a parte inferior do solo responsável pela estabilização do solo e resistência à umidade. Geralmente feito de materiais sintéticos.

Substrato do Piso Laminado

Este é o painel principal do piso e geralmente é feito de compensado de alta densidade (HDF-H). É o material base que garante a resistência ao impacto do revestimento. Esta parte inclui um recorte para permitir unir a régua.

Lâmina decorativa do Piso Laminado

Representa a superfície do piso laminado, onde o laminado irá absorver a camada decorativa. Dependendo do fabricante e da linha de piso, podemos imprimir tanto em madeira quanto em foi.

Overlay do Piso Laminado

Uma película altamente resistente ao desgaste que cobre películas decorativas. Isso garante que o revestimento esteja protegido contra arranhões e arranhões.

Compartilhe esta matéria

Conteúdo patrocinado

Essa publicação é de responsabilidade do autor  não sendo de responsabilidade do portal.